Mayara Baracho, 15. "Lembro-me perfeitamente, como se estivesse acontecendo agora, mas as lembranças não sou a mesma coisa. Pois não posso sentir a sua respiração ou ouvir os seus sussurros."
Ela tinha asas nos pés, voava alto só pra sonhar.
— Luciana Soares (via arte-poetica)
Quando matamos uma pessoa de dentro de nós, é preciso viver todo o ritual da perda: depois da morte, a tristeza, as lágrimas, o luto, o vazio, até que o tempo a transforme apenas numa inscrição em pedra e compreendamos que quem morreu foi ela; não nós.
Fred Medeiros. (via arte-poetica)

(Source: autorias)

Ame sem ter que explicar. Explicações acaba com a graça.
— Luciana Soares (via arte-poetica)
Bonito é aquele que tem um amor, e sabe retribuir.
— Luciana Soares (via arte-poetica)
Não é que você não encontrou alguém que te faça feliz. É que você, não dá oportunidade as pessoas certas.
— Luciana Soares.  (via arte-poetica)
Deus, que angustia é essa? Me mostra o motivo ou razão pela qual ando me sentindo assim? Esses questionamentos estão me levando ao fundo do poço. Tudo parece bem por fora, mas estou com medo de ser apenas uma casca fina que me separa de pensar que estou bem e de saber que não estou. Ando cansada, minhas costas já não aguentam o peso de tantas pessoas, mas eu confio em ti Senhor, pois levo a sério quando dizem “Deus não nos dá um fardo maior do que podemos carregar”. Anda tudo uma bagunça, tanto fisicamente, quanto espiritual e mentalmente. Eu estou cansada de ter medo, preciso da sua ajuda, me aponte um caminho, me mostre uma saída. Tudo anda difícil, tá doendo, mas eu confio na tua Palavra de que no final, tudo terá valido a pena.
B.Guerrero & R. Alves     (via arte-poetica)

(Source: verbografos)

Tinha um jeito que era só dela, um jeito particular mas que todos conheciam, aquele jeito que você não esqueceria. Seus olhos, sua boca, seu toque, seus jeitos e manias… Quando irritada se dizia, mas que com toda graciosidade não parecia, era ela, o motivo de minhas insônias, era ela, tinha nome.
Fred Medeiros.  (via arte-poetica)

(Source: autorias)

Não sou frágil, mas também não sou forte. Choro, mas também sei me segurar quando é preciso.
Luciana Soares  (via arte-poetica)
O que há no fim do arco-íris?

Será que você deixou um pote, com todo seu amor lá pra mim?

Luciana Soares

(via arte-poetica)